O que fazer no Rio de Janeiro?

Bárbara Peres    abril 17, 2015    Comentários desativados em O que fazer no Rio de Janeiro?

A cidade maravilhosa é conhecida por seus encantos naturais e suas belas mulheres. Entretanto, o Rio de Janeiro tem muitos outros atributos, além do Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. Belas praias contornam a cidade, porém há pontos que estão fora do cardápio do turista de primeira viagem.

Copacabana é o bairro mundialmente conhecido por sua praia e o calçadão em sua orla. Por isso, acaba sendo o reduto de turistas, que se instalam aí ou que visitam-no. Contudo, Copacabana não é o lugar mais adequado para hospedar-se, nem para turismo. Justamente por sua profusão de turistas, acaba sendo o alvo de roubos e arrastões na praia. Os próprios cariocas conhecem a fama do local e preferem bairros como Ipanema e Botafogo à Copacabana. Além disso, seus preços são altos.

Para aqueles em busca de dança, diversão e uma gata ao final da noite. O bairro acolhe boates com diversos tipos, desde a alternativa Fosfobox até o ponto de encontro das mulheres em busca de homens na noite: Mariuzinn e Baronneti. Além destas, há duas discotecas gays: Le Boy e Le Girl. Para homens e mulheres respectivamente.

Em Botafogo, um bairro a 10 minutos de Copacabana, tem sua boemia concentrada no baixo Voluntários. Além de preços mais baixos, é um bairro mais residencial e com inúmeros bares e restaurantes. Os jovens antes de sair para boates e festas alternativas, estacionam nos bares do Baixo Voluntários para beberem e encontrar com os amigos.

Ipanema é conhecido pela música Garota de Ipanema e suas belas mulheres. Porém é na Rua Farme de Amoedo que pode encontrar algum gato ou gata LGBT para sair. A rua é repleta de bares, restaurantes e discotecas direcionadas ao público homossexual. Se durante o dia deseja uma praia, a zona em frente à rua indicada por bandeiras do arco-íris são o ponto de encontro entre homens e mulheres homossexuais.

Já o bairro da Gávea possui grandes atributos como suas áreas de lazer (como shopping centers, parques, jardins, teatros, cinemas, bares e praias) e grande atividade noturna. Um bairro próximo ao Leblon e Jardim Botânico tem seu charme com sua boemia jovem. Ponto de encontro da classe artística e de jovens em busca de encontrar amigos e um encontro, o Baixo Gávea fica localizado na praça Santos Dumont e possui inúmeros bares e restaurantes, que ficam lotados de segunda a segunda.

Mas se está a procura de algo fora da zona sul, o centro da cidade possui festas e casas noturnas para todos os públicos. No Rio Scenarium, terá música tradicional, bebidas típicas e mulheres autenticamente brasileiras. O Lapa 40 graus é conhecido por reunir pé de valsas cariocas. Já a The Week é uma boate gay, mas que atrai todos os tipos de públicos. Considerada a melhor do Rio voltada para o público LGBT por sua programação e disposição. Sua oferta de pistas de dança e de lazer vão além da noite. A The Week reúne os gatos mais gatos da cidade e suas festas únicas e bebidas especiais.

Ainda no centro, podemos encontrar durante a semana algumas festas na área do Arco dos Teles. Com os funcionários de empresas em sua happy hour. Tal qual o Clube das Mulheres no Dito&Feito. As festas ococrrem durante a semana, no happy hour. À partir das 18h ou 19h há shows com strippers masculinos e a entrada das mulheres é grátis.  A Lapa é conhecida por sua boêmia e diversidade cultural.

No Skokka temos muitas anunciantes cariocas em busca de amizades e amores, que poderão tornar a viagem mais agradável.