A comunidade LGBT

Bárbara Peres    junho 26, 2015    Comentários desativados em A comunidade LGBT

Ainda que haja mais conscientização sobre homossexualismo e políticas que defendem os direitos da comunidade LGBT, com o tempo as pessoas vão aprendendo a respeitar a opção de cada um, mudando sua opinião sobre esse conceito. Já não é como antigamente, que se uma pessoa dizia ser gay ou lésbica, seus pais achavam que tinham alguma disfunção hormonal ou algum problema mental.

No Brasil, ainda que seja muito pouco,  ainda encontramos pessoas com esse tipo de preconceito, na maioria das vezes são pessoas de idade,  que estão acostumadas que um casal sempre será composto de um homem e uma mulher, ou até mesmo pessoas que moram em cidades pequenas e nunca viveram em uma Capital.

Diferente das cidades grandes que a população tem a mente mais aberta e já se modernizaram em seu modo de pensar, aprendendo a conviver com a escolha sexual de cada um. Sem preconceitos e discriminações, respeitando a cada um independente da sua sexualidade.

Em outros casos tem famílias que o que realmente importa é a felicidade dos seus filhos, não interessando se está com um homem ou uma mulher, afinal somos todos iguais.

Ao contrário na Espanha, os homossexuais já conquistaram seu espaço, não existe discriminação, onde tudo é permitido. Começando por passear de mãos dadas pela rua sem sofrer ataques homofóbicos.

Menos mal que o mundo está mudando, dando  a oportunidade para que as pessoas sejam felizes sendo elas mesmas.

Já não podemos dizer o mesmo de outros países como Bolívia, por exemplo, que os homens são machistas e acham que uma mulher foi feita somente para ter filhos e cuidar de uma casa. Por esse tipo de preconceito, muitas garotas decidem sair de casa cedo, se vão ao estrangeiro, buscando outra modo de vida.

Onde tenham mais oportunidades de expor suas idéias e suas preferências. Preferem estar longe de seus familiares, mas porém tem a liberdade de escolher e decidir sobre sua própria sexualidade.