Diário De Uma Escort: Sugar babies!

Relacionamentos baseados em presentes, viagens e dinheiros. Uma pequena introdução ao tema de hoje, destacando as garotas Sugar Babies e os homens maduros, chamados Sugar daddy.

O Skokka conversou com uma anunciante que busca conhecer alguém através de um contato de e-mail, do qual mantemos sigilo, mas contamos um pouco sobre as características de uma Sugar Baby como ela e a diferença de uma garota de programa.

Sugar Babies

Sugar babies

Jovens, estudantes ou modelos que buscam uma oportunidade de conhecer a homens maduros e bem sucedidos, para relacionamento onde eles bancarão todos os seus desejos e luxos. Bolsas de luxo, almoços e jantares em locais requintados, viagens a destinos caríssimos em troca de carinho, companhia e massagem no ego, claro.

As relações não envolvem sentimentos, embora se exije exclusividade. É a primeira diferença aos que agora mesmo estarão perguntando no que se diferem de um atendimento de uma acompanhante profissional.

Sugar babies X Garotas de programa

Obviamente, há diferença sim. Começando que uma Sugar Baby não cobra pelo tempo dedicado. Ela se adapta ao que o Sugar Daddy determina. Eles, que nem sempre são casados, gostam de poder contar com a exclusividade de sua companhia, fazendo com que a relação seja constante e proporcionando a sensação de poder sobre elas, que adoram sentir-se protegidas e bancadas por eles.

Diferente de uma garota de programa, que é uma profissional que determina o que ela quer. Cobra pelo seu tempo e pela execução do seu serviço que pode sim, incluir os mesmos presentes, viagens ou jantares de luxo. Mas, sem a necessidade de criar uma rotina onde o cliente não terá nunca exclusividade.  Ela, a acompanhante profissional, é quem controla e domina seu atendimento, sem a necessidade de apoio emocional, intelectual e financeiro.

Perfil de um Sugar Daddy. Por que buscam uma Sugar baby?

Muitos são casados, sim.  A grande maioria são solteirões bem sucedidos que querem sentir-se mimados e controladores da situação. Oferecem seu apoio que muitas vezes é até mesmo no âmbito profissional.

Já viram algum caso do típico chefe que acaba saindo com a secretária novinha e ambiciosa? Praticamente o mesmo, com a evolução dos anos e com as novas expressões globalizadas.

Um sugar daddy é geralmente um homem que sabe que terá a essa jovem controlada e fazendo exatamente o que lhe convenha em troca de dinheiro e situações privilegiadas. Elas,  com sua forma atraente e buscando sempre as melhores coisas da vida, se entregam sem preço fijo ou pré-acordo às mordomias e até mesmo, interessadas em seu alavancamento profissional.

O que eles querem? Companhia, massagear o ego ou até mesmo obter informações em caso de ambientes de trabalho.

Nossa anunciante confessa que mesmo antes de declarar-se uma Sugar Baby, procurava sempre por homens com boas condições financeiras. Segundo ela, o dinheiro é o que faz o mundo girar. E se ela conseguir encontrar quem realmente tem dinheiro, melhor será!

O Skokka é o líder mundial no segmento de classificados eróticos. São milhares de anúncios relacionados a todos os tipos de relações.

Quer encontrar as Sugar Babies? Elas buscam Sugar Daddy aqui

Anita 😽

2 thoughts on “Diário De Uma Escort: Sugar babies!

  1. Bruxo

    Bom día Anita!
    Que surpresa! Hoje si se pode comentar.
    Interessante post falando dessas categorias de mulheres ou homens.
    As sugar babies podem se-lo com a intencion de conseguir uma boa vida ou como se diz por aqui “dar um braguetazo”? Ou dito de outra maneira, “fazer um pretty woman” 😉.
    De seguro que alguma hai com essa ideia, nê? O pensar que así pode conseguir dinheiro fácil.
    Concordo com o que comenta dos sugar dadies, de certo essa pode ser a ideia que eles tenhem cando buscam uma gata así.
    Que a jornada seja boa, aquí baixo uma chuva suavinha, que se agradece.
    Beijinhos.
    😘😘😘

    1. Anita Post author

      Gostei do “braguetazo”!
      Mas não confunda a “Pretty Woman” que era escort profissional e se apaixonou, pela Sugar Baby que quer mais que nada, um PAItrocínio de um tiozão, madurão!
      Ah, com dinheiro, claro!

Comments are closed.