Diário de uma Escort: confissões da falta de higiene dos clientes

Sabe aquela frase: eu sou pobre, mas sou limpinho? Poderia ter uma variante, relacionada com os homens que se orgulham de seus pênis, mas não se importam com a falta de higiene deles.

Em Diário de Uma Escort decidimos expor um pouco o que lemos e escutamos a respeito da 28higiene dos clientes que às vezes andam por aí orgulhosos do tamanho de sua ferramenta, mas não sabem que é uma verdadeira tortura suportar sua falta de higiene.

A falta de higiene gritada em tweets

Na semana passada uma das escorts mais conhecidas de São Paulo fez alguns desabafos através da rede. Através de vários tweets, relatava essa desagradável situação em alguns atendimentos. Parece que nem todos dão o devido cuidado aos seus amados “paus.

falta de higiene

Reunimos algumas queixas e relacionamos com algumas dicas de higiene para que os caras que andam soltando comentários negativos nos fóruns por exemplo, saibam que as gatas têm que suportar verdadeiros “Cascões” de pipi sabor catupiry. Eeeeeeeeeeeeeeca!

Vamos tomar um banhozinho para começar?

As gatas já estão escaldadas. O sujeito pisa para dentro e direto para o banho. A tática muitas vezes vai aliada com a própria companhia delas para garantir que tudo foi esfregado e lavado como deveria.

Tem cara que só de dar um beijinho na porta já demonstra a caatinga podre de quem não é nada higiênico. Eu já cheguei a ter ânsia de vômito quando um deles tirou o sapato. Dá para encarar?

Sinal vermelho: Coceira à vista!

Muitos homens são muito relaxados com sua higiene, a ponto de contrair doenças justamente por não dar a devida atenção ao seu amado orgão. As escorts muitas vezes são obrigadas a dar de cara com pênis com sinais visíveis desse descuido que gera por exemplo, a candidíase.

Jamais faço um atendimento sem preservativo. Por minha saúde e por minha higiene própria, me recuso a ter contato. Infelizmente a maioria dos caras não se lavam, não se cuidam. Nem são capazes de secar-se o pênis ao urinar.

Cueca virada? Freiada de bicicleta?

Nem todos os homens merecem um puxão de orelha devido a falta de higiene, mas a grande maioria, sim. Isso garantem as meninas que são testemunhas de suas porquices, tais como: no final da transa, deixam aquela marca de quem fez o número dois no banheiro e passou meio troço de papel higiênico pelo raaaabo, e durante o rala e rola, rolou aquela marca nojenta no lençol da cama. Ecaaaaaaaaa, outra vez!

E aqueles que andam pelo mundo, pelo metrô, corrimões e nunca lavam a mão?

São os típicos sujeitos que vão fazer xixi e botam a mão no menino sem antes dar aquela boa lavada. Consequência: fungos e bactérias se reproduzindo por ali…

 

falta de higiene

 

As escorts garantem que são verdadeiras heroínas por suportar. Mas, podem ter certeza que não haverá segunda vez com o “porcalhão”!

E você? Já deu uma lavadinha no menino hoje?

2 thoughts on “Diário de uma Escort: confissões da falta de higiene dos clientes

  1. Bruxo

    Olá de novo Anita!
    Toda a ração, a limpeza é moito importante em um serviço de escorts.
    Hai gente moi porca, hai que ser bem clarinhos. E boa dereita indireta o de dizer de tomar um banho 😉. Totalmente de acordo com o de usar “chavasqueiro”, porque nunca se sabe o que pode levar algum incormporado. Porcos e mal-educados são algumhos dos que buscam uma escort.
    Uma boa vinganza sería que elas puderam ponher comentários nomeando á gente (porcalhões) que cumprem esas “caraterísticas”.
    Já case é fimde.
    Beijinhos limpinhos.
    😘😘😘

    1. Anita Post author

      Sexta-feira de banho tomado logo cedo!
      Mas, quer saber? Quando usamos o transporte público notamos quem são esses porcalhões que andam por aí… fedendo às 8h da manhã? Imaginem às 12h com o sol a pino?
      Eu, hem! Pobres meninas! Devem mesmo botar a boca no trombone e cair fora (e não de boca) de homens sujos assim!
      Um brinde à higiene pessoal!

Comments are closed.