Zombing, sexting… Colocando nome nas relações modernas (parte II)

Martina    setembro 26, 2017    Comentários desativados em Zombing, sexting… Colocando nome nas relações modernas (parte II)

Como já falamos na primeira parte, os tempos mudam. As formas de ficar são diferentes e as formas de acabar com as relações modernas somadas às novas tecnologias, mais ainda. Não se preocupe, isso não acabou numa primeira parte. Seguimos colcoando ordem às ideias e seguimos ajudandando a entender as novas gerações além das novas reações para que não se escape nada como o zombing, o sexting ou o stalking.

Zombing, o retorno

Obviamente já sabe o que é um zumbi. Entenderíamos como zombing quando aquela pessoa do passado pretende retornar de um tempo já passado e fechado para retornar o contato. Por que? Porque dá vontade de aparecer do nada, simplesmente. Escreve a típica mensagem sem sentido depois de muito tempo perguntando-lhe como vai você… ou simplesmente faz uma aparição estrelar em modo curtida no Facebook ou Instagram. Consegue te tirar do sério…

Stalking, assédio nas redes sociais

Em inglês a palavra “stalk” significa assédio. Esta conduta consiste que devido ao desenvolvimento das novas tecnologias, os aplicativos e as redes sociais, uma pessoa desenvolve determinadas condutas que poderiam catagolar-se de obsessivas ou compulsivas através destes lugares..

relações modernas

Sexting, o novo sexo telefônico

sexting vem da união de duas palavras inglesas: sex e testing.  Se refere ao enviar mensagens do tipo sexual podendo ser fotografias ou vídeos para excitar-se de maneira mútua. Sempre e quando haja responsabilidade e respeito não supõe um risco. Deve ter muita cautela de saber a quem está mandando este tipo de material. Só assim não terá que pagar as consequências de enganações ou invejas.

Breadcrumbing, um passo além do banco de reserva

Trata-se de ir um pouco além do banco de reserva e enviar determinadas mensagens enganosas para manter a chama viva. Mas sem nenhum esforço ou trabalho. O único que se pretende com isso é manter a pessoa, que continue onde está e esteja marcando território.

Conhecia alguma destas novas expressões? Quantas delas já fizeram com você ou poderiam estar fazendo agora mesmo?