Como era o sexo no tempo dos avós?

Anita    janeiro 25, 2018    Comentários desativados em Como era o sexo no tempo dos avós?

O mundo está perdido! Será mesmo? Nos dias atuais onde a galera manda nudes, onde novinhas exibem fotos provocantes através do Instagram e onde ser virgem realmente perdeu todo o sentido do passado, só nos resta parar e pensar: como era o sexo dos avós?

Considerando que os jovens leitores tenham  avós que podem ter a idade dos integrantes do Rolling Stones, e que outros são mais “tiozões”, vamos falar de épocas onde alguns casos podem ser até mesmo de seus bisavós ou tataravós!

Independente se a sua avó perdeu a virgindade esperando a noite de núpcias, levantando a saia no meio do mato ou numa rapidinha enquanto namoravam aos domingos no sofá; você está lendo isso agora porque eles treparam. Ops, olha o respeito: Fizeram amor!

sexo dos avos

FOTO: http://www.sinembargo.mx/

Como namoravam na época dos avós?

Eles sempre nos contam ou contaram histórias. Muitas delas, da época entre 1920 e 1960 que nas cidades pequenas faziam o tal do footing, que vem do inglês “ir a pé” e era a paquera e namoro da época.

As mulheres colocavam seus melhores vestidos com um objetivo claro: conquistar! Os homens iam “na beca” também, bem arrumadinhos. E era um tal de se olhar, olhar, e no final sempre rolava uma pegação.

Também há histórias onde essa azaração começava nos bailes, onde as meninas daquela época iam acompanhadas com suas mães.

Putz! Impossível a gente imaginar que uma geração depois, já era uma vergonha que nos buscassem na porta da balada. E se entrassem então, era motivo de zueira para sempre.

Daquela época talvez só se mantém a tradição do anel de comprometida, o tal do ficar noivos.

Mas, vamos pular logo para os finalmente, porque com fotos tão surpreendentes assim, duvido que você esteja pensando que alguém da sua família inteira veio com a cegonha. Certo?

sexo dos avos

Posição papai e mamãe. Ou seria vovô e vovó? FOTO: http://www.sinembargo.mx/

Sobre o sexo dos avós

Avós transando? Mesmo sabendo que as orgias eram do tempo dos Romanos, a gente não consegue imaginá-los fazendo “sacanagem”. Fala a verdade?

E imaginar uma vovó dizendo: “A banana é boa porque não tem osso”, como escutei por aí, já nos dá uma ideia que elas curtiram mesmo que fosse de outra maneira.

Como? Com certeza de uma forma diferente. Umas sentindo prazer, outras infelizmente não. Isso ainda pode rolar até hoje, mesmo que tenhamos evoluído. Concordam?

O que rolava é que o sexo no tempo dos nossos avós muitas vezes era feito no escuro. Muitas mulheres tiveram vários filhos sem o marido tê-la visto nua nunca.

Isso de espelhos, velas, banheiras… Nem todas as mulheres do mundo, independente da geração, puderam aproveitar!

Perda da virgindade e mais segredos dos avós

O tal do cabaço…

Aquilo de casar com véu, com o rosto coberto como sinal de virgindade era algo de orgulho para a família. O que talvez você não saiba, é que principalmente as avós de tradições portuguesas costumavam fazer sexo anal para chegar virgens ao altar.

Sim, sim! Elas faziam de tudo, incluindo a portinha dos fundos, para manter esse respeito e consideração. Depois do altar, já que tinham liberado antes, com certeza já não regularam nunca mais. E você aí se achando a rainha do anal!

sexo dos avos

FOTO: http://www.casalsemvergonha.com.br

Truques

Os nossos safados avós costumavam dar uma flor para as nossas safadinhas avós cheirarem. Essa cena, acho que todos vimos. O que não sabíamos é que não passava de um truque da época para ao baixar as mãos, dar aquela passadinha de mão safada pelos peitinhos.

Em outras gerações de avós mais moderninhos, namorar em casa era algo normal em muitas famílias brasileiras. Aquilo de ficar assistindo televisão e colocando as mãos por todos os espaços possíveis…

Mas, o que muitos não sabem é que se estavam sozinhos na sala, o truque era nunca fechar a porta, para não dar a entender que queriam esconder algo.  Ali mesmo, rapidinho, a ponto de bala, valia tudo…

Há histórias de avós que transavam entre lençois pendurados no varal. Que emocionante, não?

Outros da época das lavouras, já combinavam um ponto de encontro no meio do mato, eles “arreavam as carças” e elas, já iam sem calcinha. Era só para levantar o vestido e dar aquela gostosa rapidinha. Respirando ar puro… ô coisa boa!

sexo dos avos

Foto: www.ziza.es

O que podemos aprender dos avós?

Numa geração que o sexo virou algo bem mais liberal, o melhor que podemos fazer hoje em dia é saber aproveitar essa oportunidade de viver num mundo sem tantas proibições e de uma vez por todas, deixar de tanto preconceito!

As pessoas devem ter no sexo sempre uma fonte de prazer, sim. Interminável! Independente das suas fantasias e desejos, devemos julgar menos e transar mais. Pronto, falei!

Como dizia a atriz Mae West, nascida em 1893: “Meninas boas vão para o céu, meninas más vão para qualquer lugar”
Vamos curtir o sexo intensamente, de forma saudável e feliz, porque dentro de duas ou mais gerações, ninguém vai lembrar nem saber que existimos!😽